Tag: entrevista

Um bate-papo com a Sabrina Sato sobre o Instituto

Gente, terça que vem, dia 08/11 será o jantar de lançamento do Instituto Sabrina Sato. Para quem ainda não sabe a Sá está dando start a um projeto beneficente muito bacana que vai ajudar instituições que ajudam crianças carentes em várias frentes.

Ela contou um pouco pra gente sobre o Instituto. Leiam a entrevista e fique por dentro de tudo!

Como surgiu a ideia do Instituto?

A Sabrina sempre teve vontade de criar um espaço que pudesse atender e ajudar crianças carentes. O Instituto nasce como um repassador. Vamos apoiar projetos e instituições que já tem um trabalho em andamento e sede física. Mas, no futuro, esperamos ter nossa sede, com um espaço que ofereça cursos para crianças e adolescentes e dando a assistência necessária.

A proposta de ajudar quem já ajuda é bem inteligente e dá força para projetos que já se inseriram nas comunidades, como foi isso?

Durante todo o ano, faço várias ações e campanhas para ONGs e Institutos. É bonito ver o trabalho que eles fazem e como isso é importante na vida das pessoas. Sou madrinha da Fundação da Cafú, parceira da Tucca e, por 3 anos, apresentadora do jantar anual do Instituto Ressoar. Cada uma delas ajuda de uma forma pessoas que precisam de apoio.

Alem do jantar, tem outros projetos ainda para este ano com o Instituto?

Para este ano, o Jantar será nossa última ação, além do leilão online que também apoia o Instituto (www.satoleiloes.com.br). Para o próximo ano, temos um projeto de um evento diferente… 🙂

Você chegou a conhecer de perto algum projeto que vão ajudar?

Sim! Estive na sede do Tucca e na Fundação Cafú! Quero muito conhecer o projeto nova Canaã, apoiado pelo Instituto Ressoar.

No seu trabalho, principalmente nas gravações de externas, a sua relação com o povo é muito próxima e eles se abrem. Deve dar muita vontade de parar tudo e consertar a vida de todo mundo né?

Muito! Sabemos que não conseguimos abraçar o mundo, mas podemos ajudar fazendo aquilo que está ao nosso alcance. E unindo forças, podemos mais.

O Instituto vai ajudar especificamente alguma causa? 

O foco são as crianças. As 3 instituições que vamos apoiar atendem crianças. E o foco para quando tivermos nossa sede, também focaremos nas crianças.

Como quem não pode ajudar com doação mas que gostaria de participar do Instituto pode participar da causa?

Nós temos um leilão online com itens super legais e valores especiais! O site é www.satoleiloes.com.br
E quem puder, pode ajudar na divulgação! Avisando os amigos, postando nas redes… quanto mais pessoas atingirmos, mais chances de conseguirmos mais parceiros para o Instituto. Toda ajuda é super bem vinda! ❤

Mulheres Empreendedoras: Fabi Saad

Foi durante um almoço super descontraído nosso papo com a Fabi Saad, a primeira entrevistada do site da Sabrina sobre Empoderamento Feminino. A Fabi tem uma trajetória legal com empreendedorismo e é daquelas mulheres que fazem mil coisas ao mesmo tempo. Ela trabalha com mídia digital, comanda um projeto de decoração on line, é diretora da Fiesp, fez parte de um projeto do novo prefeito de São Paulo, João Dória, o Lide Futuro com a bandeira Mulheres, ajudou a fundar a ONG Arcah – Associação de Resgate à Cidadania por Amor à Humanidade e está escrevendo seu segundo livro sobre empreendedorismo feminino, agora com foco em Mulheres que empreendem no Terceiro Setor.

Conta um pouco sobre a sua trajetória com o empreendedorismo.

Desde pequena as minhas aspirações sempre foram as business women e nunca modelos ou atrizes. Meu sonho sempre foi me tornar uma mulher de negocios bem sucedida e tinha muita curiosidade em conversar com mulheres que julgava como tais. Sempre que podia, tomava um café ou agendava uma reunião com empresárias para perguntar o que eu poderia fazer para conseguir algum dia conquistar algo, com meu trabalho e esforço.

Como você começou a se envolver com a causa e chegou a Fiesp? 

Comecei a frequentar eventos de empreendedorismo e empoderamento feminino e a cada dia a ler mais sobre o tema. Um dia mandei um email para a Fiesp me disponibilizando para montar um time de mulheres empreendedoras do CJE. Responderam meu email, fui lá e desde então faço parte do time. Quando fui morar em Londres “entreguei” meu time de mulheres para a minha amiga maravilhosa Ana Fontes da Rede Mulher Empreendedora. Hoje ainda sou diretora do CJE/Fiesp mas confesso que não tenho estado presente o quanto gostaria.

Ainda existe muito preconceito com mulheres no comando. Quais dicas você daria para as mulheres que querem empreender dentro das grandes empresas? 
O preconceito é inquestionável e fica claro quando analisamos fatos e números comparando os gêneros. Quando escrevi meu primeiro livro tive uma oportunidade maravilhosa que foi conversar muito com algumas mulheres que hoje conquistaram cargos respeitáveis em empresas muito masculinas. As historias variavam mas os comentários que se repetiam eram os mesmos – trabalhar sério, focar em resultados, não se preocupar com besteiras e sim em gerar caixa para a empresa.

Como você era quando criança? Normalmente as historias inspiradoras de empreendedorismo começaram lá atrás, brincando de lojinha ao invés de boneca. Com você também foi assim?

Sempre fui muito levada, era boa aluna em termos de notas mas falava demais e fazia palhaçada então sempre me mandavam para a diretoria kkkk
Gostava muito de esportes, era do time de volei, futebol e nunca dei muita bola para roupas e maquiagem. Por incrivel que parece meu primeiro trabalho foi na Daslu. Era dasluzete e tinha que usar maquiagem todos os dias e ir de salto e cabelo escovado. Não durou muito minha experiencia lá,  embora em termos sociologicos foi muito rica.

E quais dicas você daria para as mães de meninas que querem que suas filhas tenham as mesmas oportunidades que os meninos? 

Não existe formula de sucesso e nem sempre quem foi um bom aluno se torna um bom profissional. O mercado de trabalho no entanto se resume a uma boa escolaridade, boas referências, bons resultados, respeito e ética. Portanto é muito relativo, porem o que é fato é que uma boa escola e faculdade e estudar linguas é importante para o CV. Buscar ler e estar atualizada com o que se passa no mundo tambem é importante. Para você entender o cenário atual, é necessário saber o que está acontecendo no mundo.

Já conversamos sobre as dificuldades de administrar filhos e o trabalho, muitas mulheres adiam a maternidade por medo e insegurança. Como você lida com isso? 

Eu ainda não tenho filhos e confesso que tenho medo que atrapalhe a minha carreira. Ao mesmo tempo não quero deixar de ter filhos, portanto terei que conciliar os dois. Quando chegar lá te conto como foi hahahaha

As mulheres que precisam empreender se questionam menos, já que não tem opção. Já as mulheres que empreendem por opção tendem a colocar mil obstáculos antes de começar. Alguma dica para superar o medo de começar? 

Quando comecei a me envolver no mercado de empreendedorismo e startups tinha um mindset muito diferente do que tenho hoje. Hoje vejo que empreender não é para todas e nem todos. O Brasil é um país cruel para o empreendedor e de 10 startups que nascem apenas 1 sobrevive. Nao gosto do discurso que o empreendedor dará certo e só depende dele mesmo para atingir a estabilidade economica. Para uma empresa gerar frutos existem milhares de componentes que pesam, além claro, do empreendedor se dedicar de corpo e alma. Porem apenas dedicação e esforço não são suficientes; se o pais está passando por um período de crise e o mercado especifico da empresa estiver em recessão. Se o modelo de negócios não estiver redondo tambem não adianta o empreendedor trabalhar noite e dia, pois nunca chegará ao break even. Gosto de motivar pessoas que tem o perfil de trabalhar muito a empreenderem, desde que o mercado seja promissor e o modelo de negócios factível.

Não sou a favor de quem motiva a pessoas a todo custo a empreender. Esta geração que motiva o empreendedorismo a todo custo esquece o detalhe que algumas pessoas não nasceram para trabalhar loucamente. Nasceram com outros dons que estes sim devem ser explorados. Uma mulher que sempre sonhou em se tornar uma house wife e mãe não tem obrigação de empreender. Aliás, é melhor que não empreenda, para evitar stress, infelicidade e perda de capital. O empreendedor tem que ter prazer e ser feliz no seu trabalho, senão nunca terá resultados. Passamos muito mais tempo trabalhando do que em casa com nossas familias ou amigos e portanto, precisa ser prazeroso. Claro que não existe um trabalho onde estamos felizes 24/7 pois os problemas surgem e temos que ter serenidade e estrutura para resolver os mesmos da melhor maneira possível. Empreender meia boca não existe. Para um business dar certo exige dedicação de verdade, muitas horas de trabalho, foco e determinação. É preciso estar preparado para lidar com milhares de problemas, errar, cair, se levantar e seguir adiante. Nos EUA o discurso mais frequente em escolhas de empreendedorismo é que o bom empreendedor já falhou não 1, nem 2, mas 3 vezes antes de conseguir gerar um business financeiramente sustentável.

Quais os setores onde as mulheres empreendedoras tem mais oportunidades no Brasil agora? 

Estamos enfrentando um período difícil economicamente e muitos bons profissionais perderam o seu trabalho e não estão conseguindo se recolocar.  Quanto ao mercado que hoje oferece mais oportunidade  é dificil dizer em números absolutos pois depende muito do perfil da mulher, de sua aptidão, seus objetivos.

Você atua em várias frentes e parece fazer mil coisas ao mesmo tempo. Conta pra gente como é seu dia a dia? 

Acordo cedo e foco no meu trabalho.  Organização é tudo. Saber escolher e priorizar o que é importante de verdade faz uma grande diferença no dia a dia. O que é urgente nem sempre é o mais importante, e portanto tento focar no que é importante e primordial para os meus negócios andarem paralelamente.

Todo mundo tem um #guiltypleasure (coisas meio fúteis que fazemos pra desestressar). Qual é o seu? 

Musica! Amo shows de rock, musica eletrônica! Se pudesse acompanharia todos os world tours do Metallica!

Emoji favorito:  

😍

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio da Sato Rahal

Ele está em todas e sempre se diverte em seu trabalho. Lucas Cecílio acompanha a Sá e todo o casting do Sato Rahal, escritório que representa diversos artistas.

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

Lucas e Sabrina.

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

Camila Coutinho e Lucas.

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

Lucas e Ticiane Pinheiro.

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

Fernanda Motta, Lucas e equipe.

Em entrevista exclusiva para o site, Lucas conta que sempre foi fã da Sabrina e que começou a conhecer a família Sato fazendo uma brincadeira com a Dona Kika, mammys da Sá, Karina e Karin, no twitter e depois disso recebeu um convite para trabalhar com a nossa diva! Um sonho, né?

Ah, e na entrevista ele conta alguns segredinhos da Sá. Não perca!

Veja a entrevista exclusiva com Lucas Cecílio:

1.Quantos anos você tem e no que se formou?

Tenho 23 anos e me formei em Administração de Empresas pelo Mackenzie…

2.Como você veio parar na Sato Rahal?

É uma história engraçada! Eu sempre fui fã da Sabrina e gostava muito de assistir ela na TV. Um dia fizeram uma brincadeira com a Dona Kika num programa e eu fui comentar no Twitter, como sempre fazia… Busquei o perfil dela para marcar no tweet e não achei. Nesse dia mesmo eu criei um perfil fake da Dona Kika… Comecei a usar, sempre falando coisas engraçadas e do bem. O perfil foi ganhando força e chamou a atenção da família. Eles gostavam muito das publicações, achavam engraçado… Aos poucos fui conhecendo toda a família e equipe da Sabrina. Até que em 2014, quando eu morava na Irlanda, a Karina me fez o convite para trabalhar na Sato e eu aceitei na sem nem pensar.

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

Equipe Sato Rahal.

3.Há quanto tempo trabalha com eles?

Trabalho há quase 2 anos.

4.Como foi seu primeiro dia? Ficou nervoso?

Não muito… Eu já conhecia quase todo mundo, obvio que não com a mesma intimidade que tenho hoje. kkkkkk Mas foi ótimo! A Karina foi me passando as tarefas devagar, me apresentando para os parceiros e tudo foi fluindo.

5.E como foi conhecer a Sabrina?

Conheci a Sabrina em 2012, em um evento. Quando eu me apresentei, ela só ria! kkkkk E eu comecei a rir também! kkkkkk Ela falava: minha mãe é um gigante! (Tenho 1,94m).

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

6.Quando você percebeu que fazia parte da “família Sato Rahal”, já que a equipe é super unida?

Foi quase que instantâneo! Somos uma família! Tenho liberdade para falar de tudo com todos eles. Quem conhece sabe como é… Você se sente em casa, não tem aquele ambiente pesado de trabalho. São bem flexíveis…

7.Como é seu dia a dia no escritório?

Essa é a parte mais legal! Não tem uma rotina chata. Sempre tem um evento, uma campanha, alguma gravação… Você vê gente diferente, vai para locações diferentes. Eu gosto muito do meu trabalho, então sou suspeito pra falar.

8.E como é a Karina – irmã da Sabrina e empresária (é isso?) – como chefe?

A Karina e o Karin são irmão da Sabrina e cuidam da Sá e de outros artistas do nosso casting. Eu digo que era fã da Sabrina e me tornei fã da Família Sato! Acho que o carisma tá no sangue! kkkkk A Karina é tipo uma mãe  pra mim! Ela cuida, se preocupa… Tenho muito carinhos por todos eles.

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

9.Conta algum bafo pra gente que só quem ta nos bastidores que sabe?

A Sabrina de manhã é um doce, mesmo quando tá atrasada… Só não deixa ela com fome. kkkkk Ela ama cerveja… As vezes a gente chega em uma festa onde todos tão tomando Champagne, ela me chama e pede pra eu arrumar uma cerveja pra ela. Ahh… ela é ser humano: toma sorvete de madrugada e tem sempre chocolate no quarto dela.

10.Qual é a melhor parte de trabalhar com celebrities? E o lado ruim?

Não sei se vou conseguir explicar… O legal é que quem vê de fora acha que é só glamour e mordomia, mas quem trabalha por trás descobre que tem que ralar muito. É um trabalho como outro qualquer, exige esforço, cabeça e muito tempo. Tem que gostar mesmo. É legal ver o trabalho na TV, revista ou internet e saber que de alguma forma você ajudou naquilo. Eu amo… A pior é que evento e campanha não tem dia, nem hora… Trabalho fim de semana, feriado. As vezes perdemos reuniões de amigos ou alguma festa de família, mas acho que faz parte. kkkkk

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

Lucas, Claudia Leitte e Sabrina.

Entrevista Exclusiva com Lucas Cecílio

Ronny Macedo, Lucas, Sabrina e Duda.

Tags

Sabrina na Revista Wow

Sabrina na Revista Wow

A gente sabe que a Sabrina é boa de cozinha, o Yan contou pra gente que a tapioca dela é incrível (veja nessa entrevista aqui), mas nesse ensaio mara da revista Wow ela sova massa para fazer macarrão, coloca ordem na cozinha e mexe com carne fresca, vivendo uma verdadeira siciliana (além de também estar na capa da revista, falamos aqui)!

Com fotos de Brunno Rangel, beauty de Markito Costa e styling de Fabricio Miranda, a Sá virou uma autêntica donna e fez fotos lindas em um restaurante italiano:

Veja as fotos da Sabrina na Revista Wow:

Sabrina na Revista Wow

Sabrina na Revista Wow

Sabrina na Revista Wow

Sabrina na Revista Wow

Sabrina na Revista Wow

Sabrina na Revista Wow

Sabrina na Revista Wow

Sabrina na Revista Wow

 

As fotos ficaram maravilhosas, né? E tem mais, se você quiser ver o ensaio completo, vem aqui no site da Wow e adquira a versão online ou impressa da revista!

Sabrina na revista Boa Forma

Sabe quem está na capa da Boa Forma de junho? Nossa musa!

Sabrina na revista Boa Forma

Bruna Castanheira/ Revista Boa Forma

Além da capa mara, a Sá também fez um ensaio incrível e deu uma entrevista contanto tudinho sobre a sua boa forma.

Sabrina na revista Boa Forma

Foto: Bruna Castanheira/ Revista Boa Forma

Gente como a gente, a Sá também dá umas engordadinhas de vez em quando e lá ela fala assim: “A gente sempre engorda em início de namoro, mas Duda me ajuda a ficar na linha”. Quem não quer um namorado que dá aquela força pra treinar, né?

Apesar de ter uma vida suuuuper corrida, a Sá sempre encontra tempo para malhar e na revista ela fala com detalhes sobre o seu treino e conta que dá pra se exercitar em qualquer local, seja com saco de arroz ou toalha molhada e que essa técnica foi desenvolvida pelo super Marcio Lui, personal trainer dela (fizemos uma entrevista exclusiva bem legal com ele aqui)!

Sabrina na revista Boa Forma

Foto: Bruna Castanheira/ Revista Boa Forma

Então corre pra branca e garanta a sua Boa Forma!

Sabrina e Duda na Revista Quem

Gente, a Sá está em todas! Para comemorar o primeiro dia dos namorados juntos, ela e o Duda fizeram um ensaio mara para a revista Quem Acontece e de quebra também estampam o amor na capa da publicação!

Sabrina e Duda na Revista Quem

Foto: Marcos Rosa/Ed. Globo

Além das fotos, eles contam todos os segredinhos de casal e fazem declarações de amor. Fofos!

Sabrina e Duda na Revista Quem

Foto: Marcos Rosa/Ed. Globo

Então corre pra banca!